Fator Ecto Cão - PetVirtual

Dúvidas? (11) 2143-4004 | Cadastre-se

Buscar no site

Fator Ecto Cão

De: R$ 61,90Por: R$ 56,90ou X de

Economia de R$ 5,00

Especificação

Especificação TécnicaColocar 10 (dez) glóbulos do FATOR ECTO CÃO® por litro de água no bebedouro diariamente.

Observar, atentamente, se os cães bebem água do bebedouro ou de piscina, córregos, etc.

Caso estejam bebendo de outras fontes, colocar 10 (dez) glóbulos em cada comedouro sempre que forem alimentados.

O FATOR ECTO CÃO® não altera o sabor, o odor e a cor da água consumida pelos animais, mantendo assim o consumo normal.

Havendo qualquer dificuldade em calcular a dose, contatar nosso departamento técnico (18) 3909-9090.

RESULTADO:

Quando o FATOR ECTO CÃO® é usado em animais parasitados, observam-se as seguintes reações:

CARRAPATOS:

Após 7 a 10 dias caem ao solo.

Com o passar dos meses são poucos os carrapatos que conseguem sugar o sangue dos animais.

Desta forma, o ciclo do carrapato é interrompido.

Em infestações ambientais severas, utilizar carrapaticida no piso e paredes.

Empregar, se possível, vassoura de fogo para controlar os carrapatos no canil e instalações cimentadas.

Nas infestações muito intensas, recomenda-se dar um banho de carrapaticida no cão, inicialmente, e ir aumentando os intervalos entre os banhos, até efetivar o controle de todos os carrapatos.

Age em outras espécies de carrapato por similitude.

BERNES:
O ciclo do berne é interrompido, pois as formas jovens, no corpo do animal, não eclodem.

Determinam nódulos pequenos que não provocam transtornos.

ATENÇÃO:

Caso existam cães em chácaras ou sítios, indica-se o uso do FATOR C&MC® para bovinos com a finalidade de interromper o ciclo de vida dos carrapatos, bernes e moscas de estábulo, pois estes animais permitem que os carrapatos, bernes e moscas de orelha completem seu ciclo intensamente.

MOSCA DE ORELHA:

As moscas de orelha incomodam intensamente os cães e determinam lesões irreversíveis nas pontas das orelhas.

A proposta do FATOR ECTO CÃO® é servir como repelente, devolvendo tranqüilidade ao animal.

ERLIQUIOSE:

Se o cão apresentar clinicamente a doença, fazer o tratamento convencional, acrescido de 3-5 glóbulos do FATOR ECTO CÃO®, 4-6 vezes ao dia, durante 10 (dez) dias.

Posteriormente retornar ao tratamento indicado para o controle de ectoparasitos.Idem para babesiose.

PRAZO DE VALIDADE:

O FATOR ECTO CÃO® possui validade de 2 (dois) anos a partir da data de fabricação.

APRESENTAÇÃO:

Frascos contendo 26 g (aproximadamente 570 glóbulos) do FATOR ECTO CÃO®.

Embalagem reciclável.

INFORMAÇÕES SOBRE A OCORRÊNCIA DE CARRAPATOS EM CÃES

Tanto os animais que vivem dentro de casa, como aqueles que vivem no ambiente externo, podem ter carrapatos.

Os carrapatos parasitam os cães, eqüínos, bovinos, e outras espécies; e podem eventualmente parasitar o ser humano.

Sua picada, além de sugar o sangue e causar incômodo, provoca muitas coceiras e alergias em indivíduos sensíveis, além de poder transmitir e causar várias doenças, como: babesiose e erliquiose, nos animais, e mal de Lyme, febre maculosa, entre outras, nos seres humanos.

O médico veterinário é o profissional habilitado para orientar sobre o melhor programa de prevenção e controle de ectoparasitas para cada animal.

CICLO DE VIDA DOS CARRAPATOS

O Rhipicephalus sanguineus é o popular carrapato do cão.

Entretanto, eventualmente nas chácaras, sítios, fazendas, etc., onde existam outras espécies animais (galináceos, eqüínos, porcos, etc.), o cão pode vir a ser parasitado por outras espécies de carrapatos (Argas miniatus, Dermacentor nitens, Boophilus microplus).

O Rhipicephalus sanineus, de coloração marrom avermelhada, é muito cosmopolita, além de infestar os cães, ele é encontrado no meio ambiente (residências, canis, muros, madeira dos telhados, batente das portas, cascas de árvores, etc.)

CARRAPATO X HOMEOPATIA

O uso de produtos químicos provoca intoxicações e outros distúrbios, nos animais, e eventualmente em quem manipula o produto.

O objetivo da homeopatia é controlar o ciclo dos carrapatos, e não erradicá-los. Nem os venenos conseguem exterminá-los.

Produto Cadastrado no Ministério da Agricultura sob nº 025/03-SP em 22/09/2003

Peso: 0,026 kg

Tipo de Unidade: Frasco
Comprar
O FATOR ECTO CÃO® é elaborado de acordo com as Normas da Farmacopéia Homeopática, a qual é estritamente seguida pelo Laboratório Veterinário Homeopático Fauna & Flora Arenales, não apresentando risco de intoxicação para a pessoa que irá manipulá-lo e nem para os animais que entrarão em contato com o produto.Atende as boas normas de fabricação e qualidade dos medicamentos de uso veterinário.

O FATOR ECTO CÃO® possui como veículo sacarose, contendo nosódios dinamizados.

INDICAÇÕES:

O FATOR ECTO CÃO® é indicado para o controle complementar de carrapatos (Rhipicephalus sanguineus), berne (larvas de Dermatobia hominis), moscas de orelha (Stomoxys calcitrans) e erliquiose (Ehrlichia canis) no cão.


O FATOR ECTO CÃO® pode ser administrado em animais de qualquer idade ou raça e inclusive em fêmeas prenhes ou em lactação. 

Especificação

Especificação TécnicaColocar 10 (dez) glóbulos do FATOR ECTO CÃO® por litro de água no bebedouro diariamente.

Observar, atentamente, se os cães bebem água do bebedouro ou de piscina, córregos, etc.

Caso estejam bebendo de outras fontes, colocar 10 (dez) glóbulos em cada comedouro sempre que forem alimentados.

O FATOR ECTO CÃO® não altera o sabor, o odor e a cor da água consumida pelos animais, mantendo assim o consumo normal.

Havendo qualquer dificuldade em calcular a dose, contatar nosso departamento técnico (18) 3909-9090.

RESULTADO:

Quando o FATOR ECTO CÃO® é usado em animais parasitados, observam-se as seguintes reações:

CARRAPATOS:

Após 7 a 10 dias caem ao solo.

Com o passar dos meses são poucos os carrapatos que conseguem sugar o sangue dos animais.

Desta forma, o ciclo do carrapato é interrompido.

Em infestações ambientais severas, utilizar carrapaticida no piso e paredes.

Empregar, se possível, vassoura de fogo para controlar os carrapatos no canil e instalações cimentadas.

Nas infestações muito intensas, recomenda-se dar um banho de carrapaticida no cão, inicialmente, e ir aumentando os intervalos entre os banhos, até efetivar o controle de todos os carrapatos.

Age em outras espécies de carrapato por similitude.

BERNES:
O ciclo do berne é interrompido, pois as formas jovens, no corpo do animal, não eclodem.

Determinam nódulos pequenos que não provocam transtornos.

ATENÇÃO:

Caso existam cães em chácaras ou sítios, indica-se o uso do FATOR C&MC® para bovinos com a finalidade de interromper o ciclo de vida dos carrapatos, bernes e moscas de estábulo, pois estes animais permitem que os carrapatos, bernes e moscas de orelha completem seu ciclo intensamente.

MOSCA DE ORELHA:

As moscas de orelha incomodam intensamente os cães e determinam lesões irreversíveis nas pontas das orelhas.

A proposta do FATOR ECTO CÃO® é servir como repelente, devolvendo tranqüilidade ao animal.

ERLIQUIOSE:

Se o cão apresentar clinicamente a doença, fazer o tratamento convencional, acrescido de 3-5 glóbulos do FATOR ECTO CÃO®, 4-6 vezes ao dia, durante 10 (dez) dias.

Posteriormente retornar ao tratamento indicado para o controle de ectoparasitos.Idem para babesiose.

PRAZO DE VALIDADE:

O FATOR ECTO CÃO® possui validade de 2 (dois) anos a partir da data de fabricação.

APRESENTAÇÃO:

Frascos contendo 26 g (aproximadamente 570 glóbulos) do FATOR ECTO CÃO®.

Embalagem reciclável.

INFORMAÇÕES SOBRE A OCORRÊNCIA DE CARRAPATOS EM CÃES

Tanto os animais que vivem dentro de casa, como aqueles que vivem no ambiente externo, podem ter carrapatos.

Os carrapatos parasitam os cães, eqüínos, bovinos, e outras espécies; e podem eventualmente parasitar o ser humano.

Sua picada, além de sugar o sangue e causar incômodo, provoca muitas coceiras e alergias em indivíduos sensíveis, além de poder transmitir e causar várias doenças, como: babesiose e erliquiose, nos animais, e mal de Lyme, febre maculosa, entre outras, nos seres humanos.

O médico veterinário é o profissional habilitado para orientar sobre o melhor programa de prevenção e controle de ectoparasitas para cada animal.

CICLO DE VIDA DOS CARRAPATOS

O Rhipicephalus sanguineus é o popular carrapato do cão.

Entretanto, eventualmente nas chácaras, sítios, fazendas, etc., onde existam outras espécies animais (galináceos, eqüínos, porcos, etc.), o cão pode vir a ser parasitado por outras espécies de carrapatos (Argas miniatus, Dermacentor nitens, Boophilus microplus).

O Rhipicephalus sanineus, de coloração marrom avermelhada, é muito cosmopolita, além de infestar os cães, ele é encontrado no meio ambiente (residências, canis, muros, madeira dos telhados, batente das portas, cascas de árvores, etc.)

CARRAPATO X HOMEOPATIA

O uso de produtos químicos provoca intoxicações e outros distúrbios, nos animais, e eventualmente em quem manipula o produto.

O objetivo da homeopatia é controlar o ciclo dos carrapatos, e não erradicá-los. Nem os venenos conseguem exterminá-los.

Produto Cadastrado no Ministério da Agricultura sob nº 025/03-SP em 22/09/2003

Peso: 0,026 kg

Tipo de Unidade: Frasco

Especificação

Especificação TécnicaColocar 10 (dez) glóbulos do FATOR ECTO CÃO® por litro de água no bebedouro diariamente.

Observar, atentamente, se os cães bebem água do bebedouro ou de piscina, córregos, etc.

Caso estejam bebendo de outras fontes, colocar 10 (dez) glóbulos em cada comedouro sempre que forem alimentados.

O FATOR ECTO CÃO® não altera o sabor, o odor e a cor da água consumida pelos animais, mantendo assim o consumo normal.

Havendo qualquer dificuldade em calcular a dose, contatar nosso departamento técnico (18) 3909-9090.

RESULTADO:

Quando o FATOR ECTO CÃO® é usado em animais parasitados, observam-se as seguintes reações:

CARRAPATOS:

Após 7 a 10 dias caem ao solo.

Com o passar dos meses são poucos os carrapatos que conseguem sugar o sangue dos animais.

Desta forma, o ciclo do carrapato é interrompido.

Em infestações ambientais severas, utilizar carrapaticida no piso e paredes.

Empregar, se possível, vassoura de fogo para controlar os carrapatos no canil e instalações cimentadas.

Nas infestações muito intensas, recomenda-se dar um banho de carrapaticida no cão, inicialmente, e ir aumentando os intervalos entre os banhos, até efetivar o controle de todos os carrapatos.

Age em outras espécies de carrapato por similitude.

BERNES:
O ciclo do berne é interrompido, pois as formas jovens, no corpo do animal, não eclodem.

Determinam nódulos pequenos que não provocam transtornos.

ATENÇÃO:

Caso existam cães em chácaras ou sítios, indica-se o uso do FATOR C&MC® para bovinos com a finalidade de interromper o ciclo de vida dos carrapatos, bernes e moscas de estábulo, pois estes animais permitem que os carrapatos, bernes e moscas de orelha completem seu ciclo intensamente.

MOSCA DE ORELHA:

As moscas de orelha incomodam intensamente os cães e determinam lesões irreversíveis nas pontas das orelhas.

A proposta do FATOR ECTO CÃO® é servir como repelente, devolvendo tranqüilidade ao animal.

ERLIQUIOSE:

Se o cão apresentar clinicamente a doença, fazer o tratamento convencional, acrescido de 3-5 glóbulos do FATOR ECTO CÃO®, 4-6 vezes ao dia, durante 10 (dez) dias.

Posteriormente retornar ao tratamento indicado para o controle de ectoparasitos.Idem para babesiose.

PRAZO DE VALIDADE:

O FATOR ECTO CÃO® possui validade de 2 (dois) anos a partir da data de fabricação.

APRESENTAÇÃO:

Frascos contendo 26 g (aproximadamente 570 glóbulos) do FATOR ECTO CÃO®.

Embalagem reciclável.

INFORMAÇÕES SOBRE A OCORRÊNCIA DE CARRAPATOS EM CÃES

Tanto os animais que vivem dentro de casa, como aqueles que vivem no ambiente externo, podem ter carrapatos.

Os carrapatos parasitam os cães, eqüínos, bovinos, e outras espécies; e podem eventualmente parasitar o ser humano.

Sua picada, além de sugar o sangue e causar incômodo, provoca muitas coceiras e alergias em indivíduos sensíveis, além de poder transmitir e causar várias doenças, como: babesiose e erliquiose, nos animais, e mal de Lyme, febre maculosa, entre outras, nos seres humanos.

O médico veterinário é o profissional habilitado para orientar sobre o melhor programa de prevenção e controle de ectoparasitas para cada animal.

CICLO DE VIDA DOS CARRAPATOS

O Rhipicephalus sanguineus é o popular carrapato do cão.

Entretanto, eventualmente nas chácaras, sítios, fazendas, etc., onde existam outras espécies animais (galináceos, eqüínos, porcos, etc.), o cão pode vir a ser parasitado por outras espécies de carrapatos (Argas miniatus, Dermacentor nitens, Boophilus microplus).

O Rhipicephalus sanineus, de coloração marrom avermelhada, é muito cosmopolita, além de infestar os cães, ele é encontrado no meio ambiente (residências, canis, muros, madeira dos telhados, batente das portas, cascas de árvores, etc.)

CARRAPATO X HOMEOPATIA

O uso de produtos químicos provoca intoxicações e outros distúrbios, nos animais, e eventualmente em quem manipula o produto.

O objetivo da homeopatia é controlar o ciclo dos carrapatos, e não erradicá-los. Nem os venenos conseguem exterminá-los.

Produto Cadastrado no Ministério da Agricultura sob nº 025/03-SP em 22/09/2003

Peso: 0,026 kg

Tipo de Unidade: Frasco


Pergunte e veja opiniões de quem já comprou